Quatro cidades do Grande ABC descartam volta às aulas em 2020

Decisão baseada com pesquisa com pais de alunos: 83% são contra volta às aulas, não se sentem seguros. São Bernardo do Campo, Diadema e São Caetano avaliam retorno mas só em 30 de setembro.

abc arte volota

Via FEPESP

As sete cidades que compõem a região conhecida como Grande ABC paulista se reuniram hoje para debater a retomada das aulas nas redes particulares e públicas.

O debate do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, presidido pelo prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão (Cidadania-SP), estabeleceu que as escolas particulares só retomarão suas atividades junto com as instituições de ensino públicas.

“Acabamos agora a assembleia com os sete prefeitos do ABC, e a determinação é que as escolas particulares só retornam quando as municipais também retornarem”, disse Maranhão em entrevista à Globonews.

Santo André, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra já determinaram que o retorno das aulas só ocorrerá em 2021.

São Bernardo, São Caetano e Diadema seguirão avaliando a evolução dos seus índices epidemiológicos e as determinações do governo de São Paulo para uma nova comunicação até 30 de setembro.

As sete cidades que compõem a região conhecida como Grande ABC paulista se reuniram hoje para debater a retomada das aulas nas redes particulares e públicas.

O debate do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, presidido pelo prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão (Cidadania-SP), estabeleceu que as escolas particulares só retomarão suas atividades junto com as instituições de ensino públicas.

“Acabamos agora a assembleia com os sete prefeitos do ABC, e a determinação é que as escolas particulares só retornam quando as municipais também retornarem”, disse Maranhão em entrevista à Globonews.

Santo André, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra já determinaram que o retorno das aulas só ocorrerá em 2021.

São Bernardo, São Caetano e Diadema seguirão avaliando a evolução dos seus índices epidemiológicos e as determinações do governo de São Paulo para uma nova comunicação até 30 de setembro.

A decisão vai de encontro com o plano do governador João Doria (PSDB-SP), que pretende reabrir as escolas em 7 de outubro.

“Os dois grandes fatores (para a decisão) foram o grande índice de pais que não querem retornar às aulas esse ano e também o índice de evolução da pandemia”, explicou Maranhão, anunciando também que os professores devem contar com as salas de aulas para ajudar na produção de conteúdo das aulas remotas.

8572e7ce2c674af71f44fca6890576eeA Prelazia de São Félix do Araguaia (Mato Grosso, Brasil), a Congregação dos Missionários Filhos do Imaculado Coração de Maria (Claretianos) e a Ordem de Santo Agostinho (Agostinianos) comunicam o falecimento Dom Pedro Casaldáliga Pla, CMF, Bispo Emérito da Prelazia de São Félix do Araguaia (Mato Grosso) e Missionário Claretiano, ocorrido neste 

dia 08 de agosto de 2020 às 9:40 horas
(horário de Brasília), na cidade de Batatais, estado de São Paulo, Brasil.

Informações detalhadas com:
Pe. Ronaldo Mazula, CMF, celular/WhatsApp (11) 9.7173-7755, com Pe. Brás Lorenzetti, CMF, celular/whatsApp (16) 99257-6513 ou ainda 16 99176 8284(Pe. Luiz Botteon).No site www.claretiano.edu.br/dompedro
Nas redes sociais (https://www.instagram.com/casaldaliga_claretiano/ e https://www.facebook.com/pedro.casaldaliga.184)
O velório acontecerá em três locais:
1 - Em Batatais - SP
O corpo de Dom Pedro Casaldáliga, CMF, será velado, no dia 08 de agosto de 2020, a partir das 15 horas na capela do Claretiano - Centro Universitário de Batatais, unidade educativa dirigida pelos Missionários Claretianos, situada à rua Dom Bosco, 466, Castelo, Batatais, São Paulo, Brasil. Informações: 16.3660-1777.
A missa de exéquias será celebrada, em Batatais, no dia 09 de agosto de 2020 às 15h, no endereço acima e será aberta ao público em geral, além de ser transmitida ao vivo pelo link https://youtu.be/spto8rbKye0. O link estará aberto para que outros veículos de comunicação possam retransmitir.

2 - Em Ribeirão Cascalheira - MT
O corpo de Dom Pedro Casaldáliga, CMF, será velado no Santuário dos Mártires, a partir do dia 10 de agosto, sem previsão de horário de chegada do corpo. Informações: telefone 66 - 98420 - 2253 Pe. Tiago.

3 - Em São Félix do Araguaia - MT
O corpo de Dom Pedro Casaldáliga, CMF, será velado no Centro Comunitário Tia Irene. O sepultamento será em São Félix do Araguaia.
SEM PREVISÃO DE DIA, POIS ANTES PASSARÁ POR RIBEIRÃO CASCALHEIRA. Informações: com Pe. Saraiva telefone: 31 - 99677 - 4875.

Live padilha 30 07 final site

Professor (a), você acha que é possível voltarmos às aulas presenciais?

Para aprofundar o debate sobre as consequências de um possível retorno as aulas nesse momento o SINPRO ABC convidou o Deputado Federal e ex-ministro da saúde Alexandre Padilha (PT) para a live desta quinta-feira, dia 30, às 18h.

Alexandre Padilha é médico formado pela Universidade de Campinas (Unicamp), especializado em  Infectologia pela USP. Foi o quarto deputado mais votado na bancada petista de São Paulo. No Executivo, Padilha assumiu em 2011, a Secretaria de Relações Institucionais no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Na gestão da presidenta Dilma Rousseff, foi ministro da Saúde e se destacou como o principal responsável pela implantação do Programa Mais Médicos.

Acompanhe pelo nossa página no Facebook.com/sinproabc

 

volt as aulas naoO Sindicato dos Professores de Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul – SinproABC comunica aos professores e professoras que, diante da postura das escolas em fazer pesquisas consecutivas, junto aos pais, numa tentativa de mensurar o percentual daqueles que desejam a retomada de aulas presenciais, informamos que: Independente do resultado das pesquisas realizadas a abertura dos estabelecimentos de ensino está diretamente condicionada às fases de flexibilização do Plano São Paulo, elaborado pelo Governo do Estado de São Paulo.

A retomada de aulas presenciais em todos os níveis de ensino das redes pública e particular está prevista para o dia 8 de setembro, no entanto, a data também está sendo reavaliada.

O SinproABC defende que professores e professoras sejam ouvidos no que se refere as definições para a reabertura das escolas e universidades. É fundamental que os educadores possam participar das prioridades estabelecidas nos protocolos de segurança; como distanciamento, revezamento nos intervalos, a fim de evitar aglomerações.

Para voltar presencialmente o SinproABC compreende que é importante o apoio e avaliação de uma equipe multidisciplinar formada por psicólogos, fonoaudiólogos e demais profissionais. Ainda apontamos a importância de ter um aumento de efetivo dos profissionais da área de apoio ao ensino infantil e da área de higienização das salas e da limpeza de modo geral.

Os professores e professoras que compõem a base do SinproABC defendem medidas imprescindíveis que devem ser adotados nos estabelecimentos de ensino, entre as quais, testagem em massa, distribuição de EPIs
(Equipamentos de Proteção Individual).

Por fim o SinproABC defende a vida e ressalta que enquanto houver risco para os (as) professores (as) iremos defender que as aulas continuem remotamente. Assim não apoiaremos a volta das aulas presenciais enquanto houver possibilidade de prejuízo para um professor, para uma professora. Nossa postura tem por objetivo defender a vida de todos os estudantes, dos funcionários, dos profissionais da educação, ou seja, de toda a comunidade escolar.

 

Mais Lidas